Horas Extra pagas a médicos com efeitos retroativos ! (Só ??)

Se esta medida apenas for aplicada apenas aos médicos, revela-se uma medida  “inadmissível e intolerável” pois não será expectável que  o Ministério da Saúde “discrimine negativamente” todos os restantes profissionais de saúde que realizam trabalho extraordinário em todos os restantes serviços” e também todos os profissionais que trabalham por turnos, mantendo o corte em 50% do valor das horas penosas ou de qualidade.

 

Horas extra medicos.png

Dia Internacional do Enfermeiro 2017

dia-internacional-do-enfermeiro

A Ordem dos Enfermeiros na semana em que se festeja a Páscoa divulgou a versão portuguesa do Kit do Dia Internacional do Enfermeiro 2017. O livro é uma iniciativa do International Council of Nurses (ICN), traduzida para Português pela Ordem dos Enfermeiros (OE). 

Enfermeiros: Uma voz de Liderança – Alcançar os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável” é o tema do kit deste ano, numa tentativa de reconhecer o que os enfermeiros no terreno já fazem na prossecução dos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas (ODS).

De acordo com o ICN, é preciso sensibilizar a sociedade em geral, mas também consciencializar os próprios enfermeiros para o valor do que estão a fazer neste âmbito. Por isso, o livro identifica os vários ODS e dá corpo os exemplos de profissionais que estão a contribuir para a melhoria da saúde de populações em todos o mundo, deixando a sua “pegada” no caminho para um mundo mais saudável.

Clique aqui epara aceder ao KIT

Fonte : OE

APÓS 40 ANOS -APRESENTADOS OS RESULTADOS DO 2º INQUÉRITO ALIMENTAR NACIONAL E DE ATIVIDADE FÍSICA

ian-af-resultados

Depois de quase 40 anos de espera são apresentados os resultados do 2º inquérito Alimentar Nacional e de Atividade Física. Este inquérito permite a criação de uma base descritiva com informação de representatividade nacional sobre três grandes domínios: a Alimentação e Nutrição, a Atividade Física e o Estado Nutricional da população Portuguesa.

A implementação deste inquérito decorreu entre outubro de 2015 e setembro de 2016, tendo-se avaliado um número total de 6553 indivíduos.

COMO PRINCIPAIS RESULTADOS DESTACAMOS:

– 1 em cada 2 Portugueses não consome a quantidade de fruta e hortícolas recomendada pela OMS;

Aproximadamente 1,5 milhões de Portugueses (17% da população) consomem pelo menos um refrigerante ou néctares por dia, dos quais 12% são refrigerantes;

Cerca de 9,8 milhões de portugueses (mais de 95% da população) consome açúcares simples acima do limite recomendado pela OMS (10% do aporte energético);

Em média, os Portugueses consomem 7,3 g de sal por dia. Aproximadamente, 3,5 milhões de mulheres (65,5%) e 4,3 milhões de homens (85,9%) apresentam uma ingestão de sódio acima do nível máximo tolerado,

Em 2015-2016, 10% das famílias em Portugal experimentaram insegurança alimentar, ou seja, tiveram dificuldade, durante este período, de fornecer alimentos suficientes a toda a família, devido à falta de recursos financeiros; a maioria destas famílias tem menores de 18 anos;

A prevalência nacional de prática ‘regular’ de atividade física desportiva e/ ou de lazer programada é de 41,8%, sendo mais elevada nas crianças (61%) e menor nos idosos (33%).

5,9 milhões de Portugueses (quase 6 em cada 10 Portugueses) têm obesidade ou pré-obesidade. Os idosos são o grupo mais vulnerável – 8 em cada 10 têm obesidade ou pré-obesidade;

As prevalências de obesidade, de pré-obesidade e de obesidade abdominal são sempre superiores nos indivíduos menos escolarizados.

Um verdadeiro marco sobre o panorama alimentar a nível nacional, indispensável para a melhoria das estratégias já definidas pelo PNPAS e que contou com o apoio da DGS desde a primeira hora.

Conheça a apresentação sumária dos resultados do IAN-AF aqui.

Congresso Recomendado- Nascer Positivo

nascerpositivo

Podem fazer a inscrição aqui: https://nascerpositivo.wordpress.com/inscricoes/ .

O email do evento é nascer.positivo@gmail.com

INSCRIÇÕES ABERTAS

Portugal é já um dos países onde é mais seguro nascer.

O grande desafio nos dias de hoje centra-se na qualidade das experiências de parto e nascimento, em prol de um nascer positivo.

O I Encontro Internacional de Novos Paradigmas no Nascimento pretende reunir exemplos de referência nesta luta, nacionais e internacionais.

Construímos um programa abrangente: haverá lugar para a evidência científica, para a técnica, mas também para a partilha, o debate, e para as emoções… 

Abrimos as portas a casais, profissionais de saúde, e todos os interessados neste tema tão poderoso e transversal que é o nascimento.

Juntem-se a nós e sejam parte ativa nesta mudança.

Data: 12 e 13 de Maio, das 9h00 às 18h00

Local: Auditório do Hospital-Escola Fernando Pessoa

Organizado por: Gimnográvida – Preparação para Parto e Maternidade

Com o apoio de: Câmara Municipal de Gondomar| Hospital-Escola da Universidade Fernando Pessoa

Saiba tudo em: https://nascerpositivo.wordpress.com/

Ordem dos Enfermeiros convoca Assembleia Geral para 25 de Março

LISBOA É PALCO DA REUNIÃO

Ordem convoca Assembleia Geral para 25 de Março 

O Auditório do Fórum Tecnológico da Lispolis, em Telheiras (Lisboa) vai receber, na tarde de 25 de Março, a reunião da Assembleia Geral (AG) da Ordem dos Enfermeiros. Entre os assuntos que vão estar em discussão destacamos o Relatório e Contas de 2016, o Plano de Actividades e Orçamento para 2017 e os regulamentos sobre objecção de consciência e dever de sigilo. (Fonte : Ordem dos Enfermeiros)

Ler mais

App “Registo Viajante” é uma “espécie de 112” para portugueses no estrangeiro

app-registo-saude

details.png

Para quem trabalha numa consulta do viajante e para quem vai viajar a aplicação “Registo Viajante” será uma ferramenta fantástica, pois pretende funcionar como “uma espécie de 112” que os viajantes podem ativar em situação de emergência, como “uma catástrofe, acidentes rodoviários ou ferroviários, atentados terroristas ou situações de insegurança”, explicou hoje o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, na apresentação da app, no Palácio das Necessidades, em Lisboa.

Ao acionarem a aplicação, a informação será recebida pelo gabinete de emergência consular e, assim, os portugueses em apuros permitirão que sejam localizados “mais depressa” e também receber um auxílio mais rápido.

Santos Silva ressalvou que “do bom uso da funcionalidade de emergência, depende a eficácia” deste serviço, referindo que esta opção não pode ser utilizada, por exemplo, para casos como a perda de documentos.

No entanto, a aplicação disponibiliza outra informação que pode ser útil numa situação como esta, ao fornecer a localização e contactos do ponto da rede consular mais próximo do local onde o viajante se encontra. A rede externa portuguesa é constituída por 134 espaços.

A aplicação tem ainda outra funcionalidade: permite ao viajante preparar a sua viagem, ao prestar informação sobre o país e região de destino, bem como sobre os alertas em vigor emitidos pelo Estado português ou outras organizações, por exemplo, sobre doenças ou questões de segurança.

Em 2016, o GEC registou 85 ocorrências extraordinárias em 39 países em todos os continentes, destacando-se os atentados terroristas (28), seguidos de homicídios (14), acidentes rodoviários (sete), sismos (seis) e tempestades tropicais (três).

Destas, resultaram 40 mortos (os acidentes rodoviários foram a principal causa de morte), 31 feridos com gravidade, quatro raptados e três detidos.